IPCtba
   

Motivados à gratidão

“Em meio ao “Sermão do Monte”, Jesus desperta nossa atenção, dizendo: “não andeis ansiosos”. Se o leitor está desatento ao discurso do Mestre, neste ponto ele é tocado de modo particular, afinal a ansiedade é uma marca patológica de nossa geração. 

Mateus 6.25-31 vai bem além de sugerir que abandonemos um comportamento doentio, aqui Jesus nos convida a enxergar a realidade com outros olhos, a uma nova perspectiva de vida. O apelo para que observemos “as aves do céu” “os lírios do campo” excede um mero vislumbre de admiração ou um encantamento com o mundo em redor; Jesus nos oferece amplos motivos para exercer a gratidão no correr dos nossos dias. Vejamos alguns deles. 

Cuidado de Deus. Quando pensamos no cuidado que Deus tem para conosco, somos rapidamente instados a deixar qualquer queixa que esteja em curso e passamos a render ações de graças para com ele. 

Deus cuida das aves, Deus cuida dos lírios, Deus cuida de nós. Com certeza, cuidar de nós exige mais esforço do que cuidar da fauna ou da flora; sempre estamos expostos ao perigo, extrapolamos nossos limites, temos nossos temperamentos particulares, nos envolvemos em muitas situações desnecessárias, coisas que, ao que se sabe, aves e lírios dispensam atenção especial. Mesmo dando tanto trabalho, o Senhor não desiste de velar por nós. 

Superação da Ansiedade. A recomendação de Jesus não é frase feita, nem bordão para ser repetido automaticamente. A ansiedade é, antes de tudo, um mal espiritual, que também desemboca em doença no corpo. 

Vemos nossa ansiedade ser curada, não pelo uso de medicação farmacêutica, mas por uma certeza de que a mão do Senhor está sobre nós. Ele é capaz de propiciar alívio e confiança, segurança e ousadia, paz e harmonia. Superada a ansiedade, achamo-nos gratos a Deus por tal benefício. 

Exercício da Fé. A fé não é mera declaração teológica, um discurso religioso, apropriado para momentos litúrgicos. A fé deve ser provada no cotidiano, nas lutas travadas nos vários ambientes que frequentamos. E, uma vez em prática, a fé também nos leva à gratidão, pois, ela é dom de Deus. 

Valor da Humanidade. Outro motivo que inspira a gratidão, é saber que nosso valor perante o Senhor é sobejamente maior: “Valeis muito mais” (v. 26). Tal avaliação não está atrelada a medidores materiais, econômico-financeiros, mas à dimensão espiritual. Daí o salmista declarar: “Fizeste-o pouco menor que Deus” (Salmo 8.5). 

Por este lembrete, somos remetidos à primeira página das Escrituras, onde aprendemos que fomos criados a imagem e semelhança de Deus (Gênesis 1.26-27), o que significa que fomos dotados de atributos divinos. 

Aprendemos na teologia sistemática que Deus possui atributos incomunicáveis (exclusivos dele) e atributos comunicáveis (que ele compartilha com a criatura humana). Estes dão ao homem extremo valor. 

Primazia do Reino. Outro ponto motivador da gratidão encontra-se no imperativo ao discípulo para que este busque com primazia o Reino de Deus Ora, se temos que dar prioridade ao Reino de Deus em nossa vida, é porque há um Reino de Deus que precisa tomar a dianteira em nossa vida. 

Há muitos reinos neste mundo, desde aqueles que assim se denominam, até os pequenos impérios individuais que criamos ao nosso redor; nosso anseio por poder e domínio é insaciável, e tamanha insaciabilidade gera permanente ansiedade. 

O Reino de Deus (Romanos 14.17), com seu jeito peculiar, sem ferir a quem quer que seja, naturalmente se impõe, livrando-nos do angustiante peso da ansiedade, produzindo alívio, gerando refrigério à alma cansada e sobrecarregada, motivando a vida de gratidão. 

Para refletir: 1. Como temos lidado com nossa ansiedade? 2. Quais são os motivadores de nossas constantes queixas? 3. Esquecemo-nos do que motiva nossa gratidão, das coisas que produzem benefício permanente às nossas vidas? 


 

Rev. Juarez Marcondes Filho


Localização

R. Comendador Araújo, 343
80420-000 - Curitiba-PR

Contato

  +55 (41) 3224-0302
Gabinete Pastoral: das 9h às 17h
Secretaria da igreja: das 7h às 19h

Domingos

Culto às 9h no Templo
Escola Dominical às 10h
Culto às 11h no Espaço de Adoração
Culto às 19h no Espaço de Adoração

Acesse também

Oxigênio Evangelismo e Arte
Rábio IPB Rádio IPB
De coração a coração De Coração a Coração
ACP Associação Comunitária
Presbiteriana

Revista Identidade Cristã

Revista Identidade Cristã